tanto me tem

 

porque está proibido

baixamos ao ghadis

descendo com aleghria

as escadas       os andares

porque está proibido

pedimos cartões [todos] à caixeira

que dá licença [toda também]

porque está proibido

o papá incomoda-se

porque está proibido

que andaredes a fazer

com tanta tessoura e cinta americana

porque está proibido

seguimos um titorial pirata

os passos bem marcados

as medidas bem tomadas

porque está proibido

recortamos notas de cores

traçamos sim              traçamos não

porque está proibido

 

porque está proibido

saímos à rua contentes

porque está proibido

enchemos de caixas passeios

torreiros  praças  eitões

levamos as mesas pregáveis

tumbonas pás e piqueniques

porque está proibido

chamamos aos gritos   chamamos à gente

porque está proibido

votamos nas urnas

de cartão do ghadis

papelinhos de cores

que dizem sim         que dizem não

porque está proibido

tanto me tem

que ganhe o não    que ganhe o sim

porque está proibido

eu voto na rua

 

porque está proibido

eu reclamo

 

a independência.

No Comment

Os comentarios están pechados.