guerrilha girl

 

oculto-me na espessura na surpresa na emboscada

 

o conflito é de longa duraçom

atrás deixo as mesmas velhas armas

 

o meu corpo já nom é um campo e batalha

 

as duas imagens inspiradoras do poema fam parte da história do feminismo na arte. a primeira é uma fotografía de barbara kruger de 1989; o segundo é um dos múltiplos cartazes produzido polas activistas autodenominadas guerrilla girls.

 

 

 

No Comment

Os comentarios están pechados.